100%

Leitão solicita convênio com Hospital de Sapiranga para cirurgias

Leitão solicita convênio com Hospital de Sapiranga para cirurgias Vereador reclamou também que não há diálogo com o governo municipal
Através da Indicação 19/2018, Roberto Eismann, o Leitão (PT) reivindica ao governo Renato Chagas que seja feito um convênio com o hospital de Sapiranga para que pacientes de Portão possam fazer cirurgias no local. Segundo ele, com um investimento de R$ 5 mil mensais a demanda do dia a dia do município seria suprida, mas a preocupação do vereador agora é com quem aguarda atendimento.

A verba seria suficiente para custear três cirurgias gerais por mês — número que bastaria para a procura média dos portonenses. “No momento em que for feito o convênio, cada cirurgia além das três custaria R$ 1.300,00. Se um governo não pode fazer isto, então não sei o que estamos fazendo aqui”, declarou o legislador na Tribuna, na sessão da última segunda-feira.

Recentemente, Portão já teve parcerias para a realização de cirurgias de urgência e emergência. Em julho de 2016, o hospital local contratou por alguns meses o Hospital Sapiranga para dois desses atendimentos por mês, ao valor mensal de R$ 3.500,00. Leitão defende que esse convênio seja reeditado, mas desta vez proposto e custeado pela Prefeitura.

No discurso, o vereador criticou o governo municipal por não ter aumentado o repasse mensal ao Hospital de Portão, medida que possibilitaria a abertura de plantão pediátrico noturno três vezes por semana, conforme sua reivindicação. “Indiquei ao prefeito que R$ 50 mil do orçamento da Câmara que economizamos no ano passado fosse investido nesta finalidade, mas não fomos atendidos até hoje. Infelizmente, não é culpa minha”, lamenta. O Poder Legislativo precisa ser respeitado, disse Leitão, porque “não é escritório nem um puxadinho da Prefeitura”. Além disso, ele destacou que tem enfrentado uma “dificuldade tremenda de ser ouvido” com o governo.

Notícias

Diego critica ações do governo municipal
Diego critica ações do governo municipal

Vereador do MDB diz que prefeito deveria manifestar-se publicamente para explicar as medidas que o governo tem tomado em relação à polêmica do IPTU. Correção da planta de valores segue em tramitação na Justiça e no Ministério Público de Contas.