100%

Davi e Jorginho pedem a criação do Departamento de Trânsito

O Governo de Portão precisa criar o Departamento Municipal de Trânsito, mas com orçamento próprio e status de diretoria. É o que reivindicam Davi Fernandes (SD) e Jorge Rodrigues Flores (PSB) por meio da Indicação 31/2018, que foi protocolada na sessão desta segunda, dia 7. Eles argumentam ao Poder Executivo que a cidade tem crescido e há muito trabalho para ser executado, ao mesmo tempo em que as condições de segurança no trânsito devem ser qualificadas.

“Com status de diretoria e rubrica própria, o órgão poderá buscar emendas e ou projetos via governo estadual e federal especificamente para a área e, assim, fomentar e planejar nossa mobilidade urbana, pois temos um futuro promissor”, dizem os autores da proposição, que estão preocupados também com o crescimento planejado do município e com as mortes ao longo da ERS-240 em decorrência do excesso de velocidade.

Segundo Davi, o trânsito hoje está a cargo de um setor da Secretaria de Planejamento, Obras e Viação, por isso suas ações dependem das “sobras” da pasta. Com estrutura própria, o Município poderá, por exemplo, adquirir um caminhão para pintar a sinalização viária, entre outros serviços de manutenção.

Davi e Jorginho também pediram ao prefeito Renato Chagas (PDT) que seja criado um mecanismo legal que canalize para o Departamento de Trânsito 5% das receitas do Município oriundas do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). A aplicação destas verbas então irá seguir metas e objetivos estipuladas em conjunto entre o órgão e o prefeito.

Notícias