100%

Câmara e Assembleia prestam homenagem póstuma ao ex-prefeito Dary Hoff

Câmara e Assembleia prestam homenagem póstuma ao ex-prefeito Dary Hoff Viúva Marlene recebeu a medalha de Bacci ao lado dos filhos Duca e Kiko e da neta Maria Clara
Um homem humilde e visionário. Um político gestor. Um empresário que atingiu o sucesso trabalhando duro desde a adolescência. A biografia do ex-prefeito Dary Hoff, um dos maiores líderes que Portão já teve, foi enaltecida em sessão solene da Câmara Municipal de Portão, na noite do último dia 8. A homenagem in memoriam foi proposta pelo deputado estadual Enio Bacci (PDT), que entregou a medalha da 54ª Legislatura à família Hoff, representada pela esposa Marlene, os filhos Marilene, a “Duca”, e Delmar, o Kiko, além da neta, Maria Clara.

Ao discursar na Tribuna, Bacci afirmou que Dary sempre foi um homem à frente de seu tempo, destacando-se por ser um empreendedor corajoso, mas sempre com os pés no chão. Sobre a carreira política do ex-prefeito, o deputado citou, por exemplo, os investimentos em 18 mil metros de rede de esgoto pluvial — ações notadamente voltadas à saúde dos portonenses, e não com a conquista de votos. “Ele trouxe para a política o seu mesmo ideal de empresário visionário”, resume.

O prefeito de Portão, Renato Chagas (PDT), contou que o fundador do grupo Hoff não foi apenas o responsável por colocá-lo na carreira política, mas também foi seu professor e “praticamente um pai”. A figura de Dary, disse Renato, até hoje serve de inspiração para encarar os desafios cotidianos e para “fazer mais pelo município com o pouco que se tem”.

Oregino José Francisco (PDT), prefeito de Pareci Novo, salientou o exemplo em que Dary se tornou para todo o trabalhismo da região em função de ter governado Portão por dois mandatos (1993-1996 e 2001-2004). “Para nós, ele foi um exemplo na prática do que é ser um político honesto e competente, ao mesmo tempo em que era um exemplo de ser humano.”

Atual presidente da Câmara de Vereadores, Kiko Hoff reconheceu que hoje está na política pela influência do pai, de quem herdou principalmente a preocupação em governar com os olhos voltados às pessoas mais necessitadas. “A razão que me faz estar aqui é acreditar que é possível fazer a diferença na vida do povo mais humilde. Não esqueça deles, Renato”, disse Kiko, tomado pela emoção.

O livro de uma vida
Duca, por sua vez, contou como surgiu o projeto do livro “A lenda pessoal de Dary”, que narra a trajetória do ex-prefeito e eterniza seus exemplos. Segundo ela, Dary foi autor da obra, mas de um jeito pouco convencional. Inteligente apesar da baixa escolaridade, o líder trabalhista contou sua vida ao profissional de marketing Victor Cabral Jr, que se encarregou de colocar tudo no papel. “Tive meu pai como um grande exemplo. Um homem humilde. Um homem visionário.”

O vereador José Volmar Wogt (PDT) relatou que Dary foi quem o induziu a retornar à vida pública após ter tomado uma grande rasteira de outro partido. Para ele, o ex-prefeito mostrou o quão importante é a inserção de “pessoas de bem” na política, porque sem isso o governo acaba nas mãos de pessoas mal intencionadas.
Protocolos desta Publicação:Criado em: 11/06/2018 - 19:16:39 por: Marcelo Ricardo Fiori - Alterado em: 14/06/2018 - 07:08:24 por: Rosilei Antônio Antunes

Notícias