100%

Câmara pede apoio à senadora Ana Amélia para recuperar Hospital de Portão

Câmara pede apoio à senadora Ana Amélia para recuperar Hospital de Portão Autoridades recepcionaram a senadora Ana Amélia no Hospital de Portão, na manhã do dia 13
Paulo Ricardo Bonini (Progressistas), Kiko Hoff (PDT), Davi Fernandes (SD), Adair Rocha (MDB) e Alexsandro Argenta, o Leco (MDB) fizeram apelo à senadora Ana Amélia Lemos (Progressistas) em favor do Hospital de Portão (HP) ao recebê-la na última sexta-feira, 13 de julho. Em evento na instituição de saúde, a Câmara de Vereadores entregou a ela cópia de Moção de Apoio 03/2018, em que reivindica ao governo federal a abertura de renegociação das dívidas com as casas de saúde.

O presidente do Poder Legislativo de Portão destacou que a prioridade do HP é regularizar as pendências junto a credores para, a partir disto, buscar novas fontes de financiamento. “Estamos em contato com a Santa Casa de Porto Alegre para que aqui se torne um hospital-escola, mas para isso precisamos das certidões negativas de débito. Deixamos um pedido para que a senhora interceda junto ao Ministério da Saúde”, disse Kiko Hoff.

Guilherme Vieira, membro do Conselho de Curadores do Hospital de Portão, destacou que 97% dos pacientes são atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e que o processo para parcelamento de dívidas tributárias federais já está no gabinete do ministro da Saúde, mas precisa de encaminhamento. Segundo o chefe de gabinete de Ana Amélia, Marco Aurélio Ferreira, que já administrou o Hospital de Caridade de Ijuí, é possível entrar com uma ação judicial revisional com pedido de liminar para agilizar os trâmites. O gabinete da senadora e a direção da instituição irão trocar experiências.
 
Apoio à extensão da BR-448
Ainda no dia 13, os vereadores também prestigiaram ato liderado pela Câmara da Indústria, Comércio e Serviços (CICS) de Portão, no auditório da MK Química, em que foi solicitado o apoio da senadora para a extensão da BR-448 de Esteio até Portão. Ana Amélia foi convidada a participar de evento dia 6 de agosto em que diversas entidades empresariais da região irão lançar campanha pela execução do lote um da Rodovia do Parque. A reivindicação será estampada em dois outdoors que serão inaugurados na margem da ERS-240.

Vilson Paiva, presidente da CICS, citou cálculos segundo os quais se economizaria, com a execução da obra, R$ 1,7 bilhão em combustíveis, tempo de viagem, emissão de gases e acidentes, no período de 2018 a 2022. “Daí para frente, a cada ano que a obra não sair, se deixará de economizar cerca de R$ 350 milhões”, destaca.
Protocolos desta Publicação:Criado em: 16/07/2018 - 12:04:24 por: Marcelo Ricardo Fiori - Alterado em: 16/07/2018 - 12:04:24 por: Marcelo Ricardo Fiori

Notícias