100%

Leco defende implantação de boca de lobo inteligente

Leco defende implantação de boca de lobo inteligente Melhorias na Júlio de Castilhos e nos abrigos da Brigada também foram reivindicadas por Leco
Para reduzir os danos causados pelas enchentes e, ao mesmo tempo, minimizar o impacto ambiental dos lixos jogados nas ruas, Alexsandro Argenta (MDB), o Leco, apresentou nesta segunda, 3 de setembro, a Indicação 63/2018, em que reivindica a instalação de bocas de lobo inteligentes no sistema de esgoto pluvial da cidade. “É uma espécie de cesta que vai dentro da boca de lobo. A sujeira maior, como uma garrafa pet por exemplo, fica retida nela, depois é só a equipe da Secretaria de Obras fazer a limpeza periódica”, afirma. A medida já foi adotada em Estância Velha e outros municípios brasileiros.

Dias atrás, o vereador acompanhou uma limpeza nos canos da avenida Perimetral e percebeu que a maioria do lixo dentro da rede eram garrafas de plástico — material que ocupa bastante espaço e, consequentemente, agrava os alagamentos quando chove forte. “E não é um projeto caro, principalmente se for comparado a uma obra de desassoreamento.”

Em seu discurso na Tribuna, ele contou ter visitado moradores da rua Júlio de Castilhos, altura da rua Rodolfo Engel, que enfrentam problemas sérios por não haver pavimentação neste trecho da via. Segundo ele, a grande movimentação no final da tarde levanta tanta poeira que impede as pessoas de manterem as casas abertas, tampouco estenderem roupas no varal. “Já foi falado com o prefeito sobre a situação. Precisa-se colocar rejeito de asfalto num trecho de 300 metros para amenizar a poeira.”

Leco também deixou apelo para que a Prefeitura de Portão faça limpeza e pintura nos abrigos da Brigada Militar — tanto no cruzamento das avenidas Brasília e Brasil quanto na Praça da Estação Portão.
Protocolos desta Publicação:Criado em: 04/09/2018 - 14:46:32 por: Marcelo Ricardo Fiori - Alterado em: 04/09/2018 - 14:46:32 por: Marcelo Ricardo Fiori

Notícias