100%

Salgadinho e Jorginho reivindicam festa no Dia das Crianças

Salgadinho e Jorginho reivindicam festa no Dia das Crianças Salgadinho: “Queremos que as crianças tenham um dia mágico e que possam se divertir com suas famílias” 
Por que não deixar o celular um pouco de lado e se divertir em brincadeiras como corrida do saco, cabo de guerra, dança das cadeiras, pula corda, corrida de uma perna só? Essa é a proposta de Jorge Rodrigues Flores (PSB) e Luiz Carlos Bandeira da Rosa (SD) através da Indicação 68/2018, que foi protocolada na sessão desta segunda, 1º de outubro.

A ideia deles é a Prefeitura realizar uma festa lúdica no próximo dia 12, no Centro de Atividades Lothar Kern. Além das atividades recreativas, os vereadores também sugerem como atração musical a banda da Associação Cultural Portão, que desenvolve o projeto “Música sim, drogas nunca”. “Queremos que as crianças tenham um dia mágico e que possam se divertir com suas famílias”, argumentam. 

Ambos também apresentaram nesta segunda o Pedido de Informação 25/2018, em que questionam o Executivo a respeito de convênio com o governo do Estado para aderir ao Programa de Apoio Operacional aos Municípios. “Caso não tenha sido realizado o convênio, quais os motivos para não ter fechado o convênio e, além disso, o Município tem interesse em realizá-lo?”

Eles argumentam que através dessa parceria o RS presta auxílio a Portão na execução de serviços preventivos a acidentes climáticos, na recuperação de estradas vicinais, desassoreamento de rios e córregos, abertura de ruas e estradas. “Estamos vivenciando períodos de chuvas e voltamos a ter problemas com os alagamentos em pontos cruciais que há muitos anos não se resolve”, criticam.
 
Loteamento Liberdade
Outra causa em que os vereadores decidiram agir em conjunto diz respeito ao loteamento Liberdade. Por meio do Pedido de Informação 26/2018, eles questionam se o Estado já transferiu em definitivo a posse da terra ao Município e, em caso negativo, perguntam o que falta para isso acontecer e o que o Município está fazendo para agilizar?

Os legisladores argumentam que sempre que se solicita melhorias no bairro, alega-se o Município não tem a posse da área. “Está na hora de acabar com isso de vez. As famílias têm o direito de ter ruas decentes para transitarem, saneamento básico e outras melhorias fundamentais de moradia, e o poder público não pode se ausentar nestas situações.”
Protocolos desta Publicação:Criado em: 02/10/2018 - 12:48:34 por: Marcelo Ricardo Fiori - Alterado em: 02/10/2018 - 12:48:34 por: Marcelo Ricardo Fiori

Notícias