100%

JP propõe hortas comunitárias e Guarda Escolar

JP propõe hortas comunitárias e Guarda Escolar João Pedro afirma que a Guarda Escolar poderia ser um serviço terceirizado
Duas proposições foram trazidas a plenário pelo vereador João Pedro Gaspar dos Santos (PT) na sessão de segunda-feira, dia 1º. Através da Indicação 21/2019, ele sugere ao governo municipal a criação de hortas comunitárias em todos os bairros de Portão. Sem uso de agrotóxicos, o cultivo ocorreria em áreas públicas que hoje não têm utilidade e servem apenas como depósito de resíduos. “Isso iria gerar inclusão social mediante trabalho e renda para as pessoas, além de colocar comida na mesa — tanto para comunidades carentes quanto para escolas”, defende JP, que afirmou haver projeto neste sentido em Maringá, Paraná.

Outra reivindicação dele é a Indicação 22/2019, através da qual solicita ao Executivo que faça um estudo de viabilidade para a criação da Guarda Escolar mediante um convênio com o CIS Caí para contratação de empresa. Segundo JP, a demanda vem também de outros colegas e do vereador licenciado Roberto Eismann (PT), assim como de muitas manifestações de apoio nas redes sociais.

Na visão dele, o poder público precisa tornar os ambientes escolares mais seguros, porque hoje não há na rede municipal de ensino profissionais preparados neste sentido. “Muitas vezes, os secretários de escola precisam recepcionar crianças sobre as quais há medidas protetivas, sem saber o risco que correm. Além disso, tem toda a situação de vandalismo e violência, como há pouco a gente viu em Suzano, São Paulo”, argumenta.
Protocolos desta Publicação:Criado em: 04/04/2019 - 10:38:29 por: Marcelo Ricardo Fiori - Alterado em: 04/04/2019 - 10:38:29 por: Marcelo Ricardo Fiori

Notícias